As Peneiras de Hiram

As Peneiras de Hiram

Seis horas da tarde em ponto!

Mais uma jornada na construção do Templo terminara.

Cansado por mais um dia de trabalho, Mestre Hiram recostou-se sob o frescor do Ébano para tão merecido repouso.

Eis que, subindo em sua direção, aproxima-se seu primeiro Mestre Construtor predileto, que lhe diz:

– Mestre Hiram…Vou lhe contar o que disseram do segundo Mestre Construtor…

Hiram com sua infinita serenidade e sabedoria responde:

-Calma, meu primeiro Mestre predileto, antes de contares algo que possa ter relevância, já fizeste passar a informação pelas “Três Peneiras da Sabedoria?”

-Peneiras da Sabedoria??? Não me foram mostradas, respondeu o predileto!

-Sim… Meu Mestre predileto! Só não te ensinei, porque não era chegado o momento; porém, escuta-me com atenção: Tudo quanto te disseram de outrem, passe antes pelas peneiras da Sabedoria.

Na primeira que á a VERDADE, eu te pergunto:

-Tens certeza de que o que te contaram é realmente verdade?

Meio sem jeito o Mestre predileto respondeu:

-Bom, não tenho certeza realmente, só sei que me contaram…

Hiram continua:

-Então, se não participou da conversa e não tens certeza, a informação vazou pelos furos da primeira peneira e repousa na segunda, que é a peneira da BONDADE.

E eu te pergunto: